A força interior se refere a nossa capacidade de agir em busca de nossos objetivos e na habilidade de levantar quando caímos.

Todos possuímos uma imensa força interior, muitas vezes subestimada que costuma se revelar em situações cruciais, porém não acessamos seu potencial no dia-a-dia, pelo contrário, deixamos ela ser drenada muito facilmente.

3 passos para proteger nossa força interior

O yoga enquanto prática e modo de vida nos ensina a proteger e nutrir nossa energia. Nesse artigo vou procurar sintetizar esses ensinamentos em 3 passos simples.

1. Mudança de Foco

Normalmente nosso foco está voltado para fora, atento aos estímulos captados pelos sentidos de modo que é natural atribuir toda e qualquer dificuldade, dores e sofrimentos às circunstâncias externas.

Os obstáculos externos existem, porém o como nos sentimos diante deles tem uma grande relação com questões internas que interferem em como interpretamos e dimensionamos os fatos.

Portanto, uma das formas de proteger nossa força é direcionar o foco para nossas condições internas que podem ser trabalhadas para que saibamos como manter e retomar um certo estado de calma e objetividade.

Yoga nos faz reconhecer os padrões da nossa mente e em conjunto com certas técnicas abre caminho para mudanças de sinapses que ditam a dinâmica entre os fatos e nossas representações internas.

Leia também A ciência por trás das Posturas de Poder

2. Gatilho do Acolhimento

Outro apontamento que costumo fazer com base nos textos do yoga é sobre as necessidades humanas, desde as fisiológicas às mais sublimes. Costumamos negligenciar a importância de algumas delas como por exemplo a necessidade tanto de ficar a sós como de fazer parte de uma comunidade e de sermos acolhidos.

Faz parte da evolução humana a convivência em grupos nos quais cada um tinha sua importância, era visto e respeitado. Na nossa sociedade atual, entretanto, essas características foram bem deturpadas e essa necessidade de acolhimento não costuma ser naturalmente atendida.

Pelo contrário, lutamos por ocupar um lugar de relevância na sociedade, somos sempre cobrados por familiares, amigos e por nós mesmos.

Algum acolhimento costuma surgir quando estamos em extrema dificuldade e isso tende a criar um mecanismo no qual inconscientemente vemos no sofrimento um meio para obtenção desse acolhimento, enquanto ser forte gera mais cobranças e responsabilidades.

Precisamos reconhecer a necessidade que temos de acolhimento e sermos capazes de expressar e buscar essa necessidade sem atrelar a ela a uma visão de si mesma(o) de vítima das circunstâncias.

A vida pode ser dura demais em alguns momentos e pode endurecer ainda mais se tivermos pena de nós mesmos.

3. Aceitar a adversidade e a vulnerabilidade

Outra sabedoria é ter consciência de que tanto as adversidades como nossas limitações fazem parte da vida. Não gostamos dessa constatação, ok, mas podemos cultivar uma mentalidade de crescimento diante delas.

Como se isso representasse uma espécie de jogo que nos testa e nos instiga a aprender e a rever nossos conceitos, princípios e propósitos de tempos em tempos. Simbolicamente dizemos que o programador desse jogo é Ganesha que nos freia quando estamos muito acelerados e nos dá um empurrãozinho quando estagnamos.

Por mais indigesta que possa ser essa forma de ver a vida, ela te prepara para encarar de frente a vida real. O mantra é:

Sejamos realistas com esperança no melhor e preparados para o pior.

Prática Regular de Forma Simples e Efetiva

Com a pandemia desenvolvemos um método de aulas práticas com pitadas de teoria que acontecem no formato de ciclos de 3 meses. Vamos iniciar agora o ciclo de força que aborda processos aqui destacados.

Convido você a conhecer nossa plataforma e a forma como as aulas são elaboradas e conduzidas.

Acesso às aulas de fortalecimento interior de nossa turma online

Formulário recebido, inscrição confirmada, enviaremos o acesso por e-mail e whatsapp :)
Houve um erro, tente outra vez ou escreva para contato@yogaemcasa.online

Espero que tenha gostado dessas dicas e se anime de aproveitar as aulas inicias do ciclo de força. Nessas aulas vou ensinar como introduzir técnicas e aplicar esses conhecimentos que protegem e nutrem nossa força interior.

Caso queira ver mais informações, acesse Turma Regular de Hatha Yoga Online

Abraço e Harih Om

Gilberto Schulz
Últimos posts por Gilberto Schulz (exibir todos)